Aniversário PET

Em 2016, o grupo PET-Música UNESP comemorou 20 anos de existência! Para celebrar, começamos o projeto Aniversário PET, no qual compartilhamos nossa história com você:

 

 

   Meu nome é João Marcos Soares dos Santos, fui da turma de CR ingressa no ano de 2009 e, no ano de 2015, me bacharelei em música com habilitação em composição. Minha experiência como integrante da equipe do PET-Música compreende setembro de 2010 à junho ou julho de 2012 – não recordo com exatidão – durante a gestão e supervisão da Profª Drª Marcia Baldin Guimarães.
   Em setembro de 2010 fiz um treinamento realizado pelo PET-Música para seleção de alunos bolsistas o qual consistia em realizar tarefas da equipe de produção do Festival Ritmo e Som (Festival criado em 1986 pela Profª Drª Maria de Lourdes Sekeff e, naquele momento, sob coordenação do PET-Música em parceria com a AJA e contando com o apoio da ProEx).
  Após o processo de seleção tanto eu quanto os demais aprovados tivemos contato com a totalidade do Programa de Educação Tutorada (PET-Música) durante nossa primeira reunião semanal. O Festival Ritmo e Som era uma parte dentre tantas atividades promovidas, sendo algumas delas fixas na agenda do PET-Música e outras atividades esporádicas ou em fase de experimentação dos projetos os quais tinham como linha mestra a extensão cultural. Durante as reuniões sempre foi claro que o atendimento à comunidade externa era condição sine qua non para a sugestão e viabilização de um projeto.
   Além do processo seletivo, em 2010, trabalhei em mais dois Festivais da série Ritmo e Som com um gradiente de funções que transitavam desde a preparação do palco para as apresentações musicais, mesas redondas e afins até filmagens e a preparação de programas de concerto. No PET-Música também participei de outros projetos como flash mobs musicais realizados no terminal barra funda, o projeto Música no Museu, o qual consistia em tardes com apresentações musicais no Museu do Ipiranga e participei do projeto de “Aulas de História da Música para os Professores de Artes da Rede Pública de São Paulo”, realizado nas dependências do Instituto de Artes da UNESP. Dentre outros projetos menores com participação parcial, o último projeto no qual tive participação efetiva foi o conjunto de palestras mensais sobre a construção da trilha musical no cinema da primeira metade do século XX, projeto que chamamos de Cineclube-PET. O Cineclube-PET abordava parâmetros históricos, técnicos e estéticos e contou com colaboradores como a psicóloga e mestre em artes Rosângela D. Canassa, e o Educador musical Ronaldo Rebello Alvarenga.

Depoimento do ex petiano João Marcos Soares de Santos

Advertisements